Fonte: Redação

26/10/2015


Detidos dois jovens por arremessar droga na carceragem da Delegacia de Realeza


Dois jovens, de 17 e 20 anos, foram detidos na manhã de quinta-feira (22), acusados de arremessarem droga no solário da carceragem da Delegacia da Polícia Civil de Realeza.

A Polícia Civil já monitorava a prática ilícita. E na quinta-feira, um investigador e a responsável pelos serviços gerais, avistaram um pacote sendo arremessado pelo lado de fora do muro atrás da Delegacia, quando os presos estavam no banho de sol.

O pacote bateu na grade lateral e caiu fora do solário. O investigador verificou a embalagem e encontrou cerca de seis gramas de maconha.

Em buscas, os policiais localizaram dois jovens próximos da Delegacia, que ao serem interrogados confessaram a autoria.

O adolescente de 17 anos foi ouvido e liberado, o procedimento foi instaurado e repassado ao Ministério Público para as demais providências. O Conselho Tutelar acompanhou a ocorrência.

Já o jovem de 20 anos foi preso por tráfico de drogas, com agravante de envolver menor de idade no crime, e por ser nas dependências de uma unidade prisional.

Todas as testemunhas foram ouvidas, inclusive os funcionários do estabelecimento comercial ao lado da Delegacia que reconheceram à dupla.

Segundo o delegado Ricardo Moraes Faria dos Santos, apesar de um parente do adolescente estar preso na carceragem em Realeza, eles negaram que a droga seria para ele.

“Ambos estavam de bom humor, ou ironizando a justiça, confessaram que arremessaram a droga. O maior de idade disse que a droga não tinha ‘endereço’, não era encomenda, nem ao parente. ‘Quem pegar, pegou’, afirmou um deles, dizendo ainda que era para alegrar os presos”, destacou o delegado.

“Nunca se sabe o dia de amanhã, eu poderia estar na mesma situação, e ia gostar que fizessem isso pra mim, disse o menor de idade”, acrescentou o delegado.

O maior de idade permanece detido na carceragem à disposição da justiça. Os nomes dos detidos não foram divulgados pela polícia.

Compartilhe: