Fonte: Assessoria/Redação

20/11/2015


Consórcio anuncia o retorno das obras da Usina Baixo Iguaçu


O Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu - CEBI, responsável pela implantação e futura operação da Hidrelétrica Baixo Iguaçu, informa que as obras de construção da Usina, no Rio Iguaçu, entre os municípios de Capanema e Capitão Leônidas Marques, paralisadas em julho de 2014, foram retomadas nesta sexta-feira (20).


Confira a nota enviada a imprensa, com o anúncio do retorno das obras, e demais informações:


Nota do Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu


O Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu - CEBI, responsável pela implantação e futura operação da Hidrelétrica Baixo Iguaçu, informa que as obras de construção da Usina, paralisadas em julho de 2014, foram retomadas nesta sexta-feira (20/11).


Emprego e Renda:
No pico da obra cerca de 3 mil trabalhadores atuarão diretamente na construção da Usina, gerando emprego e renda para região. A expectativa é de que aproximadamente 80% desses profissionais sejam dos municípios vizinhos ao empreendimento.


As contratações serão realizadas de forma gradual de acordo com a abertura de novas frentes de serviço. Os trabalhadores interessados deverão se dirigir às agências do trabalhador dos municípios de Capanema e Capitão Leônidas Marques para entrega de currículo e atualização do cadastro.


Cronograma:
Neste momento, as equipes técnicas trabalham em um novo cronograma que será finalizado em breve e com isso divulgar a nova data de conclusão do empreendimento.


Retomada dos levantamentos físicos e topográficos:
As equipes de levantamento físico e topográfico deverão retomar suas atividades de medição das áreas do futuro reservatório e inventário das benfeitorias que estão em cada propriedade para posterior negociação das terras. As famílias que tenham qualquer dúvida sobre este processo poderão se dirigir aos escritórios do Consórcio Empreendedor Baixo Iguaçu em Capanema e Capitão Leônidas Marques.


Programas socioambientais:
O CEBI possui 32 programas socioambientais que atendem às premissas do Plano Básico Ambiental, assim como às condicionantes apresentadas na Licença de Instalação que foi renovada pelo Instituto Ambiental do Paraná.


O Consórcio reafirma que todos os esforços foram realizados de forma a garantir que esta retomada ocorresse em condições adequadas e com o compromisso de respeito, segurança e continuidade do empreendimento.


A Hidrelétrica Baixo Iguaçu, quando concluída, vai gerar energia para um milhão de pessoas e recursos da ordem de R$ 7 milhões por ano em impostos pela utilização dos recursos hídricos, destinado aos municípios de Capanema, Capitão Leônidas Marques, Planalto, Realeza e Nova Prata do Iguaçu.


Capanema, novembro de 2015.

Compartilhe: