Fonte: Assessoria

17/12/2015


PMDB de Realeza participa da Convenção Estadual


A presidente do PMDB de Realeza, Tania Lotici Rodoy, e o delegado do partido e vice-prefeito Valdomiro Leite participaram no dia 24 de outubro, em Curitiba, da Convenção Estadual do Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), onde foi eleito o senador Roberto Requião como presidente estadual do partido, com 320 votos favoráveis, e quatro para a outra chapa.

 

Após a eleição do diretório estadual, aconteceu a disputa para a primeira vice-presidência do partido, entre os deputados Anibelli Neto e Nereu Moura, onde Anibelli foi eleito. Tania, presidente do PMDB em Realeza, como membro eleito do diretório estadual participou da votação.

 

PMDB em Realeza

 

No município de Realeza, o PMDB reúne mensalmente filiados e convidados dos diversos seguimentos da sociedade, para ouvir suas opiniões de acordo com o tema proposto. As sugestões propostas foram importantíssimas, valorosas para construção de um plano de governo  elaborado  de forma coletiva, partindo da necessidade da população, com vistas ao pleito municipal de 2016.

 

Os temas discutidos foram: Agosto: planejamento e gestão da educação, cultura e esportes; Setembro: Gestão e Planejamento da agricultura e meio ambiente; Outubro: Gestão e Planejamento da segurança e trânsito; Novembro: Gestão e Planejamento da infraestrutura urbana.

 

Para fevereiro e março de 2016 serão discutidos: Gestão e Planejamento da saúde e assistência social; e Indústria, comércio e serviço.

 

“Neste momento, não estamos discutindo candidaturas, e sim fazendo um planejamento participativo, pensando no município de Realeza e seus habitantes”, destaca a presidente do PMDB.

 

JPMDB na estrada

 

No dia 12 de dezembro de 2015 o PMDB Jovem de Realeza estará representado por 10 jovens num congresso promovido pela Fundação Ulysses Guimarães e diretório estadual, onde estarão neste evento diversas autoridades políticas, com o objetivo de preparar e conscientizar da importância de novas lideranças.

 

“É necessário que se olhe com os olhos de ver, de ver em profundidade; que se ouça com os ouvidos de compreender; que se “arregace as mangas” com mãos limpas de interesses escusos, mas dispostas a se calejarem do esforço pela inclusão em todos os segmentos da sociedade”.


Compartilhe: