Fonte: Assessoria

16/05/2016


Rodas de conversa estimulam debate sobre temas da docência em Realeza


Como aprendemos? Como ensinamos? Essas são algumas inquietudes que estão sendo trabalhadas no Projeto de Extensão "A potencialidade da formação acadêmico-profissional na formação dos professores nos diversos espaços e tempos da docência" da UFFS – Campus Realeza. Desenvolvido em conjunto com os professores da Educação Básica, o projeto busca formar rodas de conversa, o que permite debater a respeito da atividade docente e encontrar respostas na própria experiência dos participantes.

Os debates foram realizados no espaço da Universidade, bem como nos Colégios Estaduais Doze de Novembro e Dom Carlos Eduardo, em Realeza. Entre as temáticas debatidas, estão o sentimento de pertencimento à docência, o como estamos aprendendo e a importância de educar pela pesquisa. Ao final dos encontros, os participantes elaboram narrativas relatando essa experiência do processo de ensinar e de aprender.

De acordo com o coordenador do projeto, professor Jackson Luís Martins Cacciamani, a intenção é construir um livro a partir das narrativas. "Um dos temas que trabalhamos foi a respeito dos professores inesquecíveis que tivemos, tanto no aspecto positivo, quanto negativo. Quais foram os professores que nos marcaram e como isso influencia na nossa formação e atuação docente. Queremos que esses relatos sejam discutidos na formação de professores, seja no ambiente universitário ou escolar", explicou.

Para a pedagoga do Colégio Estadual Dom Carlos Eduardo, Bernardete Gorette Kuijawa, todo o debate sobre o processo de aprendizagem é importante. "Isso aproxima a Universidade da realidade da escola pública. Além disso, o debate é importante para o desenvolvimento de novas percepções sobre as temáticas da docência", enfatizou.

O Projeto de Extensão foi criado a partir do Grupo de Pesquisa em Educação em Ciências Naturais (GPECieN). "Nossa intenção é, futuramente, transformarmos esse projeto num programa de Extensão voltado à formação de professores, integrando a escola e a universidade", comentou Cacciamani.

Também são colaboradores do projeto os professores Ronaldo Aurélio Gimenez Garcia, Almir Paulo dos Santos, Sandra Maria Wirzbicki, Flávia Caroline Bedin, Gisele Louro Peres, as técnicas-administrativas em educação Andréia Florêncio Eduardo e Edinéia Sartori Schmitz, e como bolsista a acadêmica de Química Priscila Paola Dario.

Compartilhe: