Fonte: redação

31/05/2016


Polícia Civil incinera mais de uma tonelada de drogas em Realeza


Na manhã desta segunda-feira (30), policiais civis da Delegacia de Realeza realizaram a incineração da quantia aproximada de 1.161 quilos de substância entorpecente.

Os policiais civis, acompanhados de representantes da vigilância sanitária e do oficial de promotoria da comarca, destruíram 1.159 quilos de maconha, dois quilos de crack, além de pequenas quantidades de ecstasy (sete comprimidos), lança perfume (33 frascos) e anabolizantes injetáveis (três frascos).

A incineração foi realizada em uma olaria localizada na Linha Flor da Serra, cujo espaço foi gentilmente cedido pelo seu proprietário Vilmar Vanin.

Esta quantidade de drogas decorre de apreensões realizadas pela própria Polícia Civil, bem como pela Polícia Militar, Polícia Rodoviária Estadual e Federal apenas na comarca de Realeza a partir de dezembro do ano passado.

Sobre a incineração das drogas, o delegado titular da Comarca Ricardo Moraes Faria dos Santos destacou que "não podemos fechar os olhos às mazelas oriundas do tráfico e o quão prejudicial estas substâncias são para as pessoas dependentes. Assim, esses números expressivos demonstram que a Polícia Civil e os demais Órgãos de Segurança estão trabalhando diuturnamente no combate a este tipo de delito. Quem acompanha nosso trabalho aqui na Delegacia sabe que, semanalmente, há apreensões e a quantidade que é tirada de circulação vem aumentado exponencialmente. Além dessa expressiva quantidade de entorpecentes incinerados, mais de uma tonelada, estas diligências também resultaram em 27 procedimentos policiais. Por fim, o valor desta droga que hoje foi destruída correspondente ao montante aproximado de um milhão e meio a dois milhões de reais, o que também é um valor elevado e que certamente auxilia a desestruturar eventuais organizações criminosas".

Compartilhe: