Fonte: Assessoria Reichembach

24/10/2016


Aeroporto Regional do Sudoeste continua incluído na lista de investimentos da SAC


Para a Secretaria de Aviação Civil (SAC), o projeto do Aeroporto Regional do Sudoeste permanece incluído nas linhas de investimento do Plano Nacional de Interiorização da Aviação. O deputado estadual Reichembach recebeu a notícia durante conversa com a diretora-geral da Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), Andrea Abraão, e com o diretor do Departamento de Gestão do Programa Federal de Auxílio a Aeroportos (PROFAA) da SAC, Eduardo Henn Bernardi.

De acordo com os técnicos, houve uma revisão nos estudos da SAC, que decidiu preservar o projeto do Aeroporto Regional do Sudoeste nos seus investimentos de novos aeroportos. Em agosto, foi anunciado pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil que os aeroportos de Maringá, Cascavel e Ponta Grossa, que já existem e operam, receberiam os investimentos do Plano Nacional de Interiorização da Aviação.

Para Reichembach, o momento é de unir forças. “Tanto as lideranças políticas quanto as entidades organizadas e a população precisam estar unidos em busca do desenvolvimento da região, e esta bandeira do Aeroporto Regional do Sudoeste é de grande importância neste sentido”, afirma. O próximo passo é saber se a Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) vai realizar os estudos sobre o projeto, ou se vai acontecer a partir de licitações.

Apesar do momento de crise que vive o país, o deputado ressalta que existem fundos específicos para o desenvolvimento do Aeroporto Regional do Sudoeste a partir do Plano Nacional de Interiorização da Aviação. Estes fundos são captados a partir da operação, privatizações e concessões no segmento da aviação, realizadas pelo Governo Federal.

O projeto de criação do Aeroporto Regional vem sendo discutido há anos. Em 2007, um estudo técnico encomendado pela Associação dos Municípios do Sudoeste (Amsop) indicou que um terreno na Linha Buriti, interior de Renascença, seria o sítio aeroportuário ideal para a construção. Em março, o deputado Reichembach esteve na Secretaria de Aviação Civil debatendo o projeto junto com os técnicos da pasta, o presidente da Amsop, Luiz Bandeira, e com o deputado federal Assis do Couto.

Em maio, Reichembach participou de uma reunião em Curitiba com diversas lideranças a respeito do Aeroporto Regional do Sudoeste. Na oportunidade estiveram presentes o Secretário de Infraestrutura e Logística, Pepe Richa, o presidente Amsop, Luiz Bandeira, o deputado estadual Guto Silva, o prefeito de Pato Branco, Augustinho Zucchi, o prefeito de Francisco Beltrão, Cantelmo Neto, a deputada federal Leandre, o deputado federal Toninho Wandscheer, o presidente da Federação das Indústrias do estado do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, além de técnicos da SEIL e da Secretaria de Aviação Civil (SAC) de Brasília.

Compartilhe: