Fonte: Assessoria Amsop

07/12/2016



A secretária de Estado da Educação a pato-branquense Ana Seres Trento Comin fez a entrega do prêmio CAF (Coordenadoria de Apoio Financeiro à Rede Escolar) na manhã da quarta-feira (7) no auditório da Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop). A premiação foi repassada para os três colégios melhores avaliados, de cinco inscritos pela regional de Francisco Beltrão. Na terça-feira a entrega foi para a regional de Dois Vizinhos, e na quinta-feira (8) em Pato Branco.

A solenidade lotou o auditório com presença de prefeitos, diretores, professores, alunos e servidores do Núcleo Regional de Educação de Francisco Beltrão e da Secretaria de Estado da Educação (SEED). Além da secretária de Estado também compuseram a mesa de honra o prefeito de Marmeleiro presidente da Amsop Luiz Bandeira; a chefe do NRE de Francisco Beltrão Márcia Boneti; a assessora do deputado estadual Ademar Traiano, Poliana Nazario; a assistente técnica do NRE Leila Viana; o coordenador financeiro do SEED José Manuel Vicente; o analista financeiro da CAF Gelson Alves da Silva; a coordenadora financeira da CAF junto o NRE Rosangela Araldi Bernardon,  e os diretores das escolas e colégios participantes, além de representantes dos pais e da APMF, e dos alunos das escolas inscritas.

Valorização do meio escolar

Ana Seres ressaltou o projeto e os benefícios que proporciona, adiantando que a proposta será levada para Assembleia Legislativa como projeto de lei. “O CAF foi criado em 2015 quando tivemos a participação de 6 núcleos de educação e este ano atingimos 12 núcleos, sendo 3 do Sudoeste. Vamos criar o Prêmio Boa Gestão Paraná e aí podemos ampliar para que em 2018 possam contar com a participação de todas as escolas do Estado. O projeto foi pensado no estudante e os reflexos são para toda comunidade que ganham em melhor gestão dos recursos e do ambiente escolar”, disse a secretária de Estado.

O presidente da Amsop parabenizou o projeto da SEED e reafirmou a parceria da entidade com as secretarias de Estado. “Em nome dos prefeitos do Sudoeste agradeço ao prestigio dado a esta casa, que sempre estará de portas abertas para a secretária e os demais órgãos do governo. Parabéns pelo prêmio, foi uma ótima ideia, e parabéns aos colégios que participaram porque todos ganharam, tenham certeza”, frisou Bandeira.

A chefe do NRE disse ter vivenciado na prática os benefícios do CAF e agradeceu aos apoiadores e equipe. “Temos muito a agradecer aos nossos parceiros que sempre se dispõe a colaborar, como a Amsop que sempre está se colocando a disposição, principalmente ao nosso presidente o Bandeira. Também agradeço enormemente a nossa equipe do Núcleo que abraçou o projeto. Acompanhei direto nas escolas o que as regras do concurso oportunizam. O que se viu foi uma melhor aplicação do dinheiro público e que essas atitudes se voltam para o melhor ambiente escolar”, avalia Márcia.  

A programação do dia contou com apresentações culturais, exposição de arte, palestras e reuniões com diretores. Ao todo fazem parte do NRE de Francisco Beltrão 94 escolas e colégios estaduais, de 15 municípios.

Premiados

O prêmio foi entregue para as escolas e colégios estaduais que tiveram melhor desempenho em 10 critérios de avaliação, principalmente no gerenciamento dos recursos, no Ideb, na estrutura física, no patrimônio, e em projetos inovadores. As notas são dadas por integrantes da equipe da SEED que estão diretamente ligados ao CAF, que junto com os núcleos escolhem as melhores.

O Colégio Estadual Rocha Pombo, de Capanema, conquistou o primeiro lugar, levando para a fronteira R$ 6 mil como prêmio. O segundo lugar ficou com o Colégio Estadual Telmo Octavio Müller, de Marmeleiro, garantindo R$ 4 mil. O terceiro colocado foi a Escola Estadual do Campo Marquês do Herval, de Santo Antonio do Sudoeste, com o prêmio de R$ 3 mil. O Colégio Estadual São Cristóvão, de Manfrinópolis e a Escola Estadual Padre Anchieta, de Barracão, receberam menção honrosa e lembranças.

Compartilhe: