Fonte: Assessoria

12/01/2017


Polícia Civil de Realeza recupera TV furtada com novo método de investigação


No dia 05 de janeiro de 2017 foi registrado boletim de ocorrência relatando o furto de um aparelho de TV, marca AOC, e um celular, marca Samsung JI. Para a apuração dos fatos, foi instaurado inquérito policial e determinadas diligências ao setor de investigação e capturas da Delegacia de Realeza. Entre as diligências realizadas, de forma experimental, realizou-se o método de recognição visuográfica do local do crime.

Com isso, em pouco tempo foi possível a identificação de Cleberson Rolim de Moura Alcântara, 34 anos, como possível autor do furto, e João da Rosa Garcia, 63 anos, como o possível autor do crime de receptação. Conduzidos até a Delegacia, os supostos autores foram ouvidos e liberados. O celular ainda não foi recuperado, mas já há elementos informativos sobre a identidade do segundo receptador.

De acordo com o delegado chefe da Delegacia da Comarca de Realeza, Lucas Mariano Mendes "o método de recognição visuográfica imerge o investigador no local do crime, aguçando sua percepção quanto aos vestígios que lá se encontram. Estou muito satisfeito com a equipe de investigação e com o resultado alcançado".

Compartilhe: