Fonte: Assessoria UFFS - Foto: Arquivo

15/02/2017



Após o período de recesso letivo, a Clínica-Escola de Nutrição da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) – Campus Realeza retomou os atendimentos à comunidade. Quem necessita de atendimento nutricional, desde novas consultas a retornos, pode realizar o agendamento no local ou por telefone.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min. O agendamento das consultas pode ser realizado pelo telefone (046) 3543-2355. A Clínica está localizada na Avenida Bruno Zuttion, número 4001, no centro de Realeza.

A Clínica-Escola de Nutrição conta com serviços nas áreas de avaliação e diagnóstico nutricional, educação nutricional, reeducação alimentar e acompanhamento ambulatorial de indivíduos e grupos específicos da população. As consultas são realizadas pelos acadêmicos de Nutrição, que estão sempre acompanhados pela nutricionista responsável técnica e pela coordenadora da clínica, Eloá Angélica Koehnlein .

A coordenadora orienta que as pessoas que já faziam acompanhamento nutricional no ano passado podem comparecer na clínica ou ligar para agendar seu retorno e dar sequência neste ano. "Já as pessoas que tiverem encaminhamento médico necessitando de atendimento nutricional ou aquelas que desejam melhorar seus hábitos alimentares ou ainda possuem alguma doença como diabetes, hipertensão, colesterol alto, entre outras, podem entrar em contato com a clínica para agendar uma consulta", destaca.

Para a primeira consulta, é importante que o paciente leve um documento de identificação, exames bioquímicos recentes e encaminhamento médico (se for o caso).

Além do atendimento a pessoas com excesso de peso, obesidade, diabetes, hipertensão, colesterol alto, reeducação alimentar, a clínica também realiza atendimento nutricional em outras diferentes situações como alergias alimentares, insuficiência renal crônica, intolerância à lactose, doença celíaca, pós cirurgia bariátrica, praticantes de atividade física, atletas, pessoas com ferritina elevada, entre outras.

Compartilhe: