Fonte: Assessoria

25/04/2017


Municípios do Sudoeste concentram 20% dos financiamentos liberados pelo Paranacidade


Entre janeiro e os primeiros dias de abril, o Paranacidade, órgão vinculado à Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedu) do Governo do Estado, já liberou R$ 450 milhões em financiamentos em todo o Paraná. Cerca de 20% do total de recursos – cerca de R$ 90 milhões – veio para o Sudoeste, percentual quase quatro vezes maior que o da população da região, e que na visão do coordenador regional do Paranacidade, Mauricio Theodoro, está ligado à capacidade de gestão dos municípios na busca de recursos.
 
“Os prefeitos da região têm tido vontade para buscar esses recursos e executar melhorias que estavam previstas no planejamento das cidades, mas tudo isso dentro de uma responsabilidade muito grande, já que estes recursos terão de ser devolvidos ao longo dos anos”, afirma o coordenador do Paranacidade.
 
Theodoro participou nesta segunda-feira (24) de um encontro com as equipes técnicas dos municípios da região. Realizado na Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), o evento debateu a necessidade de revisão constante do plano diretor de cada cidade e o acompanhamento da capacidade de endividamento das Prefeituras.
 
Segundo o presidente da Amsop, Frank Schiavini, a busca de financiamentos é importante para obras de infraestrutura nos municípios, mas os gestores devem ficar atentos à sustentabilidade financeira das contas públicas. “Através do Sedu é possível acessar recursos a fundo perdido e também os financiamentos com juros acessíveis, que bancam as principais obras nas pequenas cidades, mas é importante que tudo isso esteja dentro de um planejamento financeiro que não endivide o município”, analisa Schiavini.
 
Por meio do Paranacidade é possível financiar obras de pavimentação, compra de equipamentos para a saúde e ônibus para o transporte escolar. Em Francisco Beltrão o órgão funciona junto à Amsop, atendendo os 42 municípios do Sudoeste, e está ligado à regional de Cascavel.

Compartilhe: