Fonte: Assessoria - Fotos: Ariel Tavares/UFFS

05/05/2017


Pesquisa da UFFS Realeza aborda utilização de plantas medicinais no Ensino de Ciências Naturais


A utilização de plantas medicinais no cotidiano é um dos conteúdos que fomenta o estudo de uma forma de ensino interdisciplinar que está sendo pesquisada na Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) - Campus Realeza. A temática é abordada com alunos das séries iniciais na disciplina de Ciências e busca romper com a forma linear dos conteúdos escolares, passando a considerar o dia a dia dos alunos.

A pesquisa é realizada com os alunos do quinto ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal do Campo Vereador Guerino Lotici, de Realeza. O grupo participa de aulas diferenciadas e também de visitas à UFFS, além de realizarem experimentos básicos, como a confecção de sabão com extratos naturais. "Além de pesquisarmos  uma forma de ensino centrada na interdisciplinaridade, também temos o intuito de conscientizar os estudantes da região sobre os efeitos dos fitoterápicos na saúde humana", comenta a coordenadora da pesquisa, professora Fernanda Oliveira Lima.

O projeto busca desenvolver diferentes estratégias para aprimorar e qualificar o ensino de Ciências. O trabalho é inspirado  numa proposta de ensino chamada Situação de Estudo, a qual começou e continua sendo estudada pelo Grupo Interdepartamental de Pesquisa sobre Educação em Ciências da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (GIPEC-UNIJUÍ). "O método envolve os princípios da educação como um todo, pois leva em consideração a utilização de vários recursos pedagógicos, para além do livro didático, e também a importância do trabalho interdisciplinar e transdisciplinar no ensino de Ciências", detalha Lima.

Compartilhe: