Fonte: Redação

27/06/2017



No salão do júri do Fórum da Comarca de Realeza foi realizado na terça-feira, dia 27, o julgamento de um crime ocorrido há 17 anos em Santa Izabel do Oeste.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o réu Leonir José Sptichak, junto com Antonio Ferrassa, eram acusados de matar a golpe de faca Cleverson André Ferreira. O crime aconteceu no dia 07 de maio de 2000, por volta das 4 horas, na rodovia PR 182, nas proximidades do Bairro Nossa Senhora de Fátima, em Santa Izabel do Oeste.

O júri foi presidido pelo juiz da Comarca de Realeza, Christiano Camargo, na acusação o promotor substituto do Ministério Público, Giliano Rocha de Lima Moraes, e na defesa do réu o advogado constituído Fernando Sartori Menegat e o advogado Maicon Zauza Pinto.

O réu Leonir foi condenado por homicídio qualificado a 12 anos de prisão, mas poderá recorrer da decisão em liberdade. O corréu Antonio foi desmembrado do processo, em júri realizado em anos anteriores ele foi absolvido da acusação.

Compartilhe: