Fonte: Assessoria Amsop

03/07/2017


Municípios querem repassar mais R$ 600 mil para evitar descredenciamento do Hospital São Francisco


Municípios da microrregião de Francisco Beltrão irão apresentar uma nova proposta para que o São Francisco mantenha os atendimentos pelo Sus (Sistema Único de Saúde) e pretendem aportar mais R$ 600 mil reais por mês no hospital. Este valor foi sugerido a partir de levantamentos de técnicos da Secretaria de Saúde e cobriria o déficit mensal que a direção do hospital alega ter com os atendimentos do Sus.
 
A proposta foi definida nesta sexta-feira (30) à tarde em reunião da Comissão de Saúde da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná) em que participaram prefeitos dos municípios atendidos pelo hospital.
 
“Estamos em negociação já há algumas semanas porque entendemos a importância que o São Francisco tem para a rede de saúde regional e buscamos um consenso entre os prefeitos; agora vamos apresentar a direção do hospital para análise”, explica o coordenador da Comissão de Saúde e prefeito de Salgado Filho, Elton Pfeifer.
 
Atualmente o Hospital São Francisco recebe R$ 1,3 milhão por mês entre recursos federais, do Estado e dos municípios. Se a proposta for aceita o valor mensal recebido pela instituição subiria para R$ 1,9 milhão, um aumento de 46% em relação ao que é pago atualmente para os atendimentos via Sus.
 
Esta é a segunda proposta apresentada nas últimas semanas ao hospital e é resultado de uma mobilização de prefeitos que buscam reverter o pedido de descredenciamento do São Francisco, encaminhado há cerca de duas semanas.

Compartilhe: