Fonte: Redação

20/07/2017



Um jovem de nacionalidade argentina foi encontrado morto na rodovia BR 163 em Realeza, por volta das 20 horas desta quarta-feira (19).

No corpo de Silvio Alejandro Antunez, 24 anos, a princípio foram localizados cinco perfurações de arma de fogo, sendo três no peito, e duas nas costas. Um projétil calibre 38 estava ao lado da vítima, além de uma pistola bersa calibre 380 e um boné preto. Foi encontrado nos bolsos da jaqueta grande quantia de dinheiro em peso argentino.

No asfalto havia marcas, que podem ser de frenagem de automóvel, ou o corpo da vítima pode ter sido arrastado, devido às lesões no tórax do jovem, e rasgos na jaqueta.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) isolou o local e acionou a Polícia Civil. Foi acionada também a Polícia Científica para a perícia, e o Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão para recolher o corpo.

Na manhã desta quinta-feira (20), foi encontrado morto outro homem de nacionalidade argentina na rodovia BR 163 em Realeza, próximo ao local onde estava Silvio Alejandro Antunez, 24 anos, também vítima de homicídio na noite anterior.

Familiares dos envolvidos no duplo homicídio vieram ao Brasil para buscar informações do outro homem até então desaparecido. No local do crime, junto com policiais rodoviários federais, localizaram rastros na vegetação alta nas margens da rodovia, e a cerca de 25 metros, encontraram a camionete S10, placas da Argentina, que pertencia a Silvio.

Dentro do veículo, no banco do carona, estava Martin Nicolas Rios, 30 anos, que foi morto com um disparo de arma de fogo na nuca. No banco de trás havia sangue nas portas e assoalho. Outros disparos foram localizados no vidro e porta na parte interna da camionete. Além de cinco munições calibre 16 e 20 no porta objetos.

A Polícia Criminalística realizou a perícia, e o corpo foi recolhido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Francisco Beltrão. Policiais civis de Realeza estiveram no local e iniciaram as investigações.

Compartilhe: