Fonte: Assessoria - Foto; Ariel Tavares/UFFS

17/08/2017


UFFS é a instituição com melhor desempenho em Ranking da Transparência das Universidades Federais 2017


A UFFS é a universidade federal com melhor desempenho em Ranking da Transparência das Universidades Federais 2017, implementado pelo jornalista Cristiano Alvarenga. A pesquisa apresenta dados sobre a eficiência das instituições no Serviço de Informação do Cidadão (SIC).

Durante o estudo foi verificado que em 2016 foram solicitados 9.903 pedidos de informação nas 63 universidades federais. As instituições responderam 97,5% das demandas no prazo médio de 22,12 dias. Em média, 10,5% dos pedidos foram prorrogados.

Na composição do ranking, foram considerados três critérios principais, em ordem decrescente: as solicitações de informação atendidas pela universidade; o tempo médio para resposta; as prorrogações no prazo de atendimento às questões.

A UFFS mereceu a liderança no ranking em decorrência da rapidez no atendimento aos pedidos de informação. Conforme os dados da pesquisa, a UFFS respondeu todos os 102 pedidos de informação solicitados durante o ano de 2016, com média de atendimento de 5,24 dias. Durante este tempo, a Instituição solicitou a prorrogação de prazo em apenas cinco solicitações (4,9%).

Para o reitor da UFFS, Jaime Giolo, “o apelo da transparência é muito forte nas sociedades modernas. No Brasil, legislações específicas tornaram a transparência não apenas um mandamento moral mas também legal. A sociedade como um todo precisa ser transparente porque essa ideia integra hoje o que se entende por democracia”. Em relação aos órgãos públicos em específico, Giolo entende que eles “não podem deixar de seguir esses preceitos, e as universidades, de modo particular, são instituições formativas, de forma que o assunto transparência representa um apelo de importância particular no ambiente universitário”.

Sobre a pesquisa

O jornalista Cristiano Alvarenga organizou uma série de publicações visando contribuir para o monitoramento do desempenho das universidades federais nas mídias digitais e nos canais de acesso à informação. A iniciativa dá continuidade à pesquisa “Gestão da Comunicação nas Universidades Federais: mapeamento de ações e omissões”, desenvolvida no curso de Mestrado em Comunicação da Universidade Estadual Paulista (Unesp) até 2015.

Compartilhe: