Fonte: Assessoria UFFS - Fotos: Ariel Tavares/UFFS

20/09/2017



No dia 15 de setembro, a Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) comemora oito anos de existência. O tema escolhido para comemorar o aniversário é "UFFS 8 anos – você é a nossa história". A campanha iniciou no dia 1º de setembro e seguirá até o final do mês. A ideia é estimular a comunidade acadêmica e regional para que ajudem a contar a história da Universidade.

No Campus Realeza, a comemoração reuniu servidores e estudantes no Auditório do Bloco A. A abertura do evento foi com a apresentação musical do violeiro Waldemar de Almeida, que trouxe modas de viola, uma expressão autêntica da música caipira brasileira. Também foram exibidas imagens do início da implantação da Universidade em Realeza, mostrando as antigas instalações no Centro de Eventos, a mudança para a sede definitiva, bem como projetos, pesquisas e atendimentos prestados à comunidade da região. No Restaurante Universitário (RU) também servido um almoço especial.

O diretor do Campus Realeza, professor Antonio Marcos Myskiw, comentou que a participação de servidores, estudantes, e até mesmo de empresas contratadas contribuíram para o processo de consolidação da UFFS. "O reflexo disso é percebido nas avaliações dos cursos, no Enade, na divulgação de prêmios nacionais e internacionais conquistados por professores, entre outros. Tem instituições de ensino que levam muito tempo para se consolidarem e conseguimos isso em 8 anos", destacou.

No Campus Realeza, estão matriculados 888 estudantes em seis cursos de graduação: Nutrição, Medicina Veterinária e licenciaturas em Letras Português/Espanhol, Química, Física e Ciências Biológicas.

A estrutura contem um conjunto de 20 salas de aula, biblioteca com mais de 2200 títulos e 35 laboratórios, distribuídos em três prédios. Há ainda o RU que tem capacidade para atender 2000 pessoas por dia. Para as práticas do curso de Nutrição, foi criada a Clínica-Escola de Nutrição, que fica no centro da cidade. Anexo ao Campus, há o Hospital Veterinário Universitário, uma estrutura finalizada recentemente, e local para as práticas do curso de Medicina Veterinária.

Atualmente, a UFFS tem 758 professores, 690 servidores técnico-administrativos e 43 estagiários. Em Realeza, são 81 professores, 14 professores substitutos e 88 técnico-administrativos. O vice-reitor da UFFS, professor Antônio Inácio Andrioli, aponta que “em termos de pessoal também avançamos, concursamos praticamente todas as vagas disponibilizadas para a Universidade. Hoje a nossa folha de pagamento gira em torno de R$ 13 milhões. É um montante significativo, injetado na economia regional”.

Segundo Andrioli, em 8 anos, foram investidos R$ 280 milhões em obras para a construção dos campi da UFFS. “É algo muito grande e realizado de forma rápida, se pensarmos que existem outras universidades que ainda não tem sede própria, por exemplo. Construir esse patrimônio, em uma estrutura multicampi, foi realmente desafiador. Foram 52 obras. No que tange às obras, ainda nos restam desafios, é claro, como a mudança do Campus Passo Fundo para a sede nova e a finalização de algumas obras nos campi”, analisa o vice-reitor.

Andrioli também comenta o momento de preocupação sobre o futuro do Ensino Superior Público no Brasil. “O momento não é o melhor. Mas precisamos ter uma posição otimista sobre a UFFS, em específico. Os cortes de recursos estão aí, mas isso não nos impede de continuarmos inovando. Hoje estamos com projetos ousados, como o trabalho intenso com a comunidade regional sobre formação de professores, chamando a comunidade para participar da UFFS, responsabilizando-se, inclusive, em alguns momentos, com orçamentos pontuais. Estamos tentando resistir a alguns cenários e resistir com otimismo e inovação”, avalia.

Compartilhe: