Fonte: Assessoria Amsop

09/10/2017



Todo ano o Sudoeste é acometido por catástrofes e desastres naturais. Chuva forte, ventanias e granizo são as mais comuns e vêm acontecendo com mais frequência e atingindo cada vez mais pessoas. Por outro lado a ação da Defesa Civil, que hoje tem representantes em todos os municípios da região, tem sido mais eficiente, podendo preparar as cidades para se prevenir ou responder da forma mais rápida possível aos casos de desastres naturais.
 
A maneira com que os municípios estão estruturando as coordenações de Defesa Civil foi a principal pauta da assembleia da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), na sexta (29/09). Segundo o presidente da entidade e prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini, o tema é importante para que as prefeituras saibam como agir e dar rápidas respostas.
 
“É preciso que as gestões municipais conheçam todo o processo burocrático de como agir para socorrer as pessoas atingidas, providenciando alguma obra ou serviço emergencial, compra de telhas e até de alimentos”, diz.
 
Palestras
A Amsop trouxe para o evento, através de parceria com o mandato do deputado federal João Arruda, o diretor de Operações de Socorro e Desastres do Ministério da Integração, Armin Augusto Braun. Ele falou sobre os procedimentos e o andamento de processos dos municípios junto ao governo federal sempre que há uma ocorrência de catástrofe. “A União tem melhorado seus mecanismos para poder dar uma resposta mais rápida às cidades, liberando recursos para o socorro aos desabrigados”, explica o técnico.
 
O major Mario Sergio Garcez, chefe da seção administrativa da Defesa Civil Estadual, também palestrou no evento desta sexta e destacou a articulação dos municípios com o Estado e a União para melhorar não só o socorro, mas também a prevenção de catástrofes.
 
Presenças
Além dos mais de 20 prefeitos, gestores ligados à Defesa Civil e técnicos das áreas de projetos e planejamento também participaram da assembleia da Amsop. O deputado federal João Arruda e os estaduais Wilmar Reichembach e Nelson Luersen acompanharam o evento, além de militares do Corpo de Bombeiros e o comandante do 3º SGBI, mj Antonio Schinda.

Compartilhe: