Fonte: Assessoria Amsop

08/12/2017



A questão hospitalar da região foi o principal tema, mas sugestões relacionadas a operacionalização do Samu, o enquadramento dos agentes comunitários de saúde e o custeio de serviços básicos também foram debatidas no encontro de lideranças com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. Ele foi recebido na tarde de quinta (7) por prefeitos e gestores da saúde na Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná (Amsop).

 “É bom podermos ter esta proximidade em conhecer melhor as ações do Ministério da Saúde e também apresentar sugestões para agilizar processos e serviços que impactam diretamente nos municípios”, comentou o presidente da Amsop e prefeito de Coronel Vivida, Frank Schiavini.

Barros também participou de um encontro na Câmara de Vereadores e em uma reunião em separado com prefeitos atendidos pelo São Francisco, acolheu sugestões e disse esperar uma solução definitiva para a questão.

“Vamos avaliar a possibilidade de aportar recursos neste momento para o hospital, mas também disponibilizar todo o suporte técnico necessário para que as prefeituras possam analisar melhor uma solução a médio e longo prazo, seja formando um consórcio, construindo um novo hospital ou repassando este a uma instituição de caráter filantrópico”, afirmou.

Compartilhe: