Fonte: Assessoria/MP-PR

06/02/2018


Policiais rodoviários estaduais são presos em operação de combate à corrupção no Sudoeste


Operação realizada nesta terça-feira (6) pelo núcleo de Francisco Beltrão do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, resultou no cumprimento de 12 mandados de prisão preventiva contra policiais rodoviários estaduais. Até às 16 horas desta terça-feira, 11 policiais haviam sido presos e um encontrava-se foragido, mas este já informou, por meio de advogado, que se apresentará na quarta-feira à Corregedoria da Polícia Militar em Curitiba.

Além disso, durante a operação, batizada de “Manus Capio”, foram cumpridos 20 mandados de busca e apreensão em quatro postos da Polícia Rodoviária Estadual nas cidades de Francisco Beltrão, Palmas, Mariópolis e Realeza, no Sudoeste do estado, e nas residências dos investigados, localizadas nos municípios de Planalto, Capanema, Barracão, Cascavel, Assis Chateaubriand, Jaguariaíva, Ponta Grossa, Pato Branco e Francisco Beltrão.

Os investigados são suspeitos de organização criminosa, corrupção passiva, falsidade ideológica, peculato e quebra de sigilo funcional. Entre as práticas verificadas pela apuração do MPPR estão a liberação de veículos de transporte em situação irregular em troca do pagamento de propina e a apropriação de bens em ocorrências.

Além das prisões, foram apreendidos valores, documentos e aparelhos de telefonia móvel. Durante as buscas, cinco PMs foram autuados em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e/ou munições. Por serem policiais militares, os presos serão encaminhados para o Batalhão de Polícia de Guardas da Polícia Militar do Paraná. Os mandados foram cumpridos com o auxílio da Corregedoria da Polícia Militar e do Batalhão da Polícia Rodoviária Estadual.

Compartilhe: